O besouros cascudo e o besouro rinoceronte

Voltar
28 de março de 2013 | 2 Comentários

O universo dos besouros é muito interessante. Também chamados de escaravelhos, os besouros são insetos da família dos Coleópteros e, entre os animais, são os que possuem mais espécies. Conheça duas delas:

Besouros cascudos

Besouro CascudoOs besouros cascudos são bastante populares em diversas regiões do Brasil. A sua coloração é, em sua maioria, preta, com uma tonalidade verde metálica sobreposta, e seu tamanho é de cerca de 1,5 centímetros de comprimento.

Como a maioria dos besouros, os cascudos também possuem receptores sensoriais localizados nos músculos, ajudando-os a controlar seus movimentos e a posição do corpo.

Besouros rinoceronte

Na natureza são encontradas mais de 300 mil espécies diferentes de besouros, todavia, se um deles merece um destaque especial esse é o Besouro Rinoceronte.

O Besouro Rinoceronte, cujo nome científico pode ser Oryctes Rhinoceros ou Dynastinae, é um inseto amplamente difundido por todo o território sul-americano. Seu peso pode chegar a 100 gramas, o que o eleva a categoria dos insetos mais pesados de todo o mundo. Seu tamanho também é muito impressionante, chegando a medir entre 30 e 60 mm de comprimento e de 14 a 21 milímetros de largura.

A alimentação do Besouro Rinoceronte baseia-se em matéria orgânica e seu comportamento é bastante pacífico, visto que não atacam e não são venenosos.

Besouro RinoceronteUma grande característica desse besouro é sua força extrema, sendo que ele pode chegar a erguer 850 vezes o seu próprio peso.

Para que possamos compreender melhor a potência da força dos Besouros Rinocerontes basta compararmos sua força com a nossa realidade, assim sendo, é como se um único humano conseguisse levantar algo em torno de 60 toneladas!

A força dos Besouros Rinocerontes, aliás, lhe vale o título mais do que merecido de o “animal mais forte do mundo”.

O nome Besouro Rinoceronte é em virtude dos chifres que possui, cuja função nos machos da espécie é a de disputar fêmeas e territórios com outros machos.

As fêmeas, aliás, não possuem o chifre característico dos machos e o seu tamanho também é bastante inferior.

Compartilhe com seus amigos este conteúdo

Comentários:

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

  1. Luis Felipe

    Comentário em 26 de agosto de 2013 as 17:30

    Com o que eu posso alimentar um besouro rinoceronte em cativeiro?

  2. Seven Desentupidora

    Comentário em 25 de setembro de 2013 as 15:04

    Luis Felipe, os besouros rinoceronte se alimentam de matéria orgânica em decomposição, além de néctar, seiva ou frutos maduros que encontram na natureza.